Banho de ervas, momento para relaxar

BANHO DE ERVAS, MOMENTO PARA RELAXAR

Até no chuveiro é possível criar um momento para cuidar de si e harmonizar corpo e mente

Depois de um dia agitado cheio de estresse, cansaço e trânsito, nada melhor do que tomar um bom banho para relaxar e recuperar as energias. Para muitos, esse momento pode ser um dos poucos ao longo do dia voltado para cuidados pessoais. Que tal aproveitá-lo para recarregar as energias da forma mais natural possível?

“Entre os benefícios imediatos de um banho de ervas está a ação calmante, que ajuda a harmonizar o corpo e a mente”, afirma Fátima Pinsard, fitoterapeuta e terapeuta do Ponto de Luz, spa localizado em Joanópolis (SP) e voltado para terapias holísticas. Para usufruir de todas as vantagens de um banho de ervas, a especialista recomenda usar plantas frescas, que acentuam os efeitos fitoterápicos. “Os poros da pele absorvem os princípios ativos das plantas, daí a importância desse frescor”, esclarece a especialista.

A composição dos óleos essenciais encontrados em determinadas plantas e seu contato com a epiderme permitem que o banho de ervas tenha um efeito positivo. “A inalação desses óleos durante o banho traz benefícios para o organismo”, acrescenta a farmacêutica Caroly Zanella Cardoso, coordenadora da Comissão Asessora de Plantas Medicinais e Fitoterápicos do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo.

Ao sentir o aroma proveniente dos óleos essenciais das plantas, o sistema límbico, presente no cérebro, dispara neuroquímicos que provocam sensações estimulantes, de relaxamento e até sedativas. Segundo a especialista, as diversas substâncias também promovem uma sinergia na ação terapêutica, ou seja, uma complementa a atuação da outra.

Sem agrotóxicos

A fitoterapeuta alerta sobre a importância de tentar descobrir a procedência das ervas e dar preferência às orgânicas. “É essencial saber onde elas são cultivadas e com qual água são irrigadas. Isso evita que o usuário seja contaminado com substâncias tóxicas”.

Um dos erros comuns entre os apaixonados pelos banhos de ervas é realizar constantes banhos de imersão. É preciso tomar cuidado com essa prática, que, no longo prazo, pode provocar desidratação e flacidez da pele pela perda de umidade. Já os banhos de ervas realizados em água corrente (chuveiro), além de serem práticos, não possuem contraindicações.

No chuveiro

Para preparar um banho em casa, basta ferver a água com as ervas frescas escolhidas por aproximadamente 30 minutos. A proporção pode ser de 100 g para 5 litros de água. Após a água amornar, derrame-a sobre o corpo.

Direto do jardim

Outra dica de Pinsard é escolher ervas com as quais o usuário tenha maior familiaridade. “Se a pessoa utilizar uma erva de seu próprio jardim, por exemplo, ficará mais confortável por reconhecer a planta em seu histórico pessoal, o que pode tornar o banho um momento ainda mais agradável”, complementa a fitoterapeuta.

Confira a seguir uma lista das principais ervas indicadas para banhos por Cardoso:

Alecrim

Tem efeito antisséptico para o corpo e emoliente para os cabelos, garantindo a maciez.

Hamamélis

São arvore cujas folhas e cascas têm efeito tônico. Os taninos, um grupo de substâncias presentes na planta, têm função adstringente – fecham os poros da pele e diminuem a oleosidade. Entre outras propriedades estão os efeitos antissépticos e cicatrizantes.

Camomila e calêndula

O óleo essencial de ambas provoca um efeito calmante da pele. Os flavonoides, outro grupo de substâncias presentes nessas plantas, têm ação hidratante e emoliente.

Erva-baleeira

É excelente anti-inflamatório. Pode ser usada externamente para aliviar problemas nas articulações e nas dores musculares. É encontrada facilmente no litoral do Brasil e é utilizada por pescadores para tratamento de contusões, artrite e artrose.

Hortelã

Uma das ervas mais comuns em banhos, seu óleo essencial é indicado para combater inflamações como gripe, tosse, bronquite, faringite e sinusite graças ao mentol, substância que também estimula a circulação sanguínea.

Lavanda

A lavanda é usada para atenuar sintomas de indigestão e cólicas. Estimula a imunidade. Das diversas fragrâncias testadas por pesquisadores da aromaterapia, é a que possui o óleo essencial mais efetivo para reduzir o estresse.

Reequilibrar pontos vulneráveis

As ervas podem ser muito mais do que temperos ou plantas de ornamentação. A importância de suas propriedades fez com que cada vez mais as plantas se tornassem alvo de estudo. Seus óleos essenciais promovem o equilíbrio do corpo, desde que a planta seja de boa procedência.

O importante é selecionar bem as ervas utilizadas em banhos aromáticos, para evitar que agrotóxicos sejam inalados, o que pode ser perigoso. Saber a particularidade de cada erva pode tornar o momento prazeroso do banho em minutos que beneficiem nossos pontos vulneráveis.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DO CEARÁ- AS PRINCIPAIS TRIBOS INDÍGENAS

CORDEL - O QUE SÃO SEXTILHAS

ORIGEM DA FAMÍLIA PINHO NO BRASIL