A FOGUEIRA

Homem de grande cultura, refinados modos e buscador da verdade, Giordano Bruno foi além da batina dominicana, dos dogmas eclesiásticos e dos petrificados argumentos medievais. Ele ousou ver o mundo com os próprios olhos, rever o mapa da existência, reescrever o cosmos de sua época e, claro, pagou caro por isso.
Giordano acreditava, dentre outras coisas, que Jesus não era Deus mas sim um 'Mago' de grande poder; sustentava que tudo e todos (até os Demônios!) evoluem na natureza por encarnações (!!) sucessivas, defendia que qualquer um poderia contactar o 'mundo oculto' e receber, sem intermediários, instruções superiores.
Tal era o espírito herético de Giordano que este conseguiu a proeza de não só ser condenado pela Igreja Romana, como também ser excomungado por Luteranos e Calvinistas!
Como se não bastasse, Giordano emitia duríssimas palavras contra o Cristianismo Eclesiástico que mantinha o povo na ignorância e miséria para melhor dominá-lo. Ele ergueu sua sua voz para duvidar das hierarquias que se outorgavam o direito de representar o divino na terra e, por isso, foi por elas eliminado.
As cinzas de seu corpo se espalharam pela poeira dos séculos, mas seu espírito original, dedicado e inquiridor permanece vivo, pulsante em nossa memória como exemplo de renovação, renascimento.❞

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DO CEARÁ- AS PRINCIPAIS TRIBOS INDÍGENAS

CORDEL - O QUE SÃO SEXTILHAS

ORIGEM DA FAMÍLIA PINHO NO BRASIL