Natal na Roma antiga_ Por Ogan Arimateia

Na verdade, em Roma quando o Estado tornou a religião de Cristo a religião oficial do Estado,tentou-se abolir a maior festa pagã de Roma: a festa do solstício de verão, que era atribuída ao Deus baco; regada à vinho, muita carne (principalmente porco pra ofender os judeus), troca de presentes, anistia de Presos e permissão às prostitutas de usarem véu, pois nessa época todos eram iguais e devia prevalecer o espírito da fraternidade e da abundância  com crias nas casas e distribuição pelo Estado e pelos templos de comidas aos pobres.
Bem, o povo romano não abriu mão  de sua  data mais sagrada: 25 do mês 10. (Isso mesmo, nesse tempo o ano tinha 10 meses, por o nome de DEZembro); mas fizeram um acordo: a festa continuaria do mesmo jeito e da mesma forma, mas só  mudaria o nome do homenageado; agora seria de Jesus, o Cristo,patrono da nova igreja do Estado.
Então Natal, ou Feliz Sostício de verão.
Att/ Ogan Arimateia
Prof. de História

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DO CEARÁ- AS PRINCIPAIS TRIBOS INDÍGENAS

CORDEL - O QUE SÃO SEXTILHAS

ORIGEM DA FAMÍLIA PINHO NO BRASIL