Postagens

A Poesia de José Augusto de Lima Siebra - Por Stela Siebra de Brito

A Poesia de José Augusto de Lima Siebra - Por Stela Siebra de Brito. José Augusto de Lima Siebra, nascido em novembro de 1881, em Várzea Alegre, vivenciou seus grandes momentos poéticos na primeira metade do século XX. Oriundo de uma família de agricultores teve apenas instrução primária, mas, sendo um ávido leitor, ampliou seus conhecimentos e com isso suas possibilidades intelectuais.
Participou de movimentos políticos da cidade do Crato e do estado do Ceará, foi orador e poeta. O poeta foi pouco conhecido e quase nada restou dos seus manuscritos, mas pelo material que suas filhas conseguiram recuperar, dá para reconhecer seu mérito poético.
Sou neta de Zé Augusto e sou-lhe muito grata pela herança que me deixou: o amor pela poesia. Estou muito feliz de trazer para o blog Sanharol, a poesia do meu avô. E agradeço a Moraes pela acolhida.


Meu pomar - José Augusto de Lima Siebra

Plantei um pé de roseira
Lá dentro do meu pomar
Com muito jeito e carinho
Comecei a cultivar.

A roseira se estendeu
Co…

Piada do Dia - A Foto do Português

Imagem

Leitura para crianças: Fonte de habilidades e afeto - Por Cláudia Sintoni - (especialista em mobilização)

Imagem
O NORTE DE MINAS - Montes Claros, 06/12/2017

Despedida de Ladislau. - Por Giovani Costa

Imagem
Despedida de Ladislau.

Quando Ladislau Camilo viajou, D Amélia, sua mãe ficou muito desgostosa. Morrendo de saudades do filho querido, foi na casa do poeta Manoel Antõnio do sítio Varzinha para pedir que ele fizesse um verso com a saída do filho. Manoel a princípio não queria fazer o tal verso alegando que não sabia.
O senhor sabe, só não faz porque não quer, insistia D.Amélia.
Depois de um bom tempo, Manoel Antônio resolveu: Pois tá bom! Já que a senhora insiste, eu faço:
Amélia chorou de pena
Quando Ladislau saiu
Fez tanto gesto na cara
Que a fulô do cu abriu!

COMUNICADO; BANCO CENTRAL ALERTA SOBRE RISCOS DE MOEDAS VIRTUAIS

Imagem
ES BRASIL - Ed. 147

VISITA AO BORDEL DE POMPÉIA

Imagem
AVENTURAS NA HISTÓRIA - ED.41 - Janeiro de 2007

Abrecado com o sobrecu - Por Mundim do Vale (Republicado)

Imagem
Abre












cado com o sobrecu - Por Mundim do Vale Certa vez uma prostituta do frejo de Várzea Alegre, sentiu a falta de uma franga de galinha pedrez. Inconformada ela se dirigiu a delegacia registrou a queixa de furto e pediu empenho da autoridade policial para que o criminoso fosse preso e punido pelo furto. Antes de sair o delegado perguntou se a denunciante suspeitava de alguém, ela disse que não tinha certeza, mas desconfiava de Zé de Chicão. Zé era um preto que de vez em quando era visto nas cumieiras das casas. Assim que a queixosa saiu da delegacia, chegou Santana do Alfinim dizendo: Seu delegado, eu vi lá no oitão da casa de Zé de Chicão um bocado de penas de galinha pedrez. Se quiser pode perguntar a Zé Félix, que ele também viu. O delegado chamou um cabo e um soldado e ordenou: Vocês vão apreender Zé de Chicão e as penas da galinha, mas tragam o denunciado com jeito, porque por enquanto ele é apenas suspeito. Os policiais se dirigiram para a casa de Zé, quando chegaram no oitão coloc…

Frase do Dia

"Podemos praticar atos nobres sem ter que dominar a terra e o mar"!                                                            Aristóteles, 384-322 a.c                                                               Filósofo grego

AGRADECIMENTOS FESTA DE JOALES - POR FÁBIA OLIVEIRA

Imagem
AGRADECIMENTOS FESTA DE JOALES!  Dizer obrigada é muito pouco... O momento era delicado, o meu coração entrou em desespero e eu gritei, ou melhor, o meu coração gritou, DEUS permitiu que o meu grito fosse ouvido por muitos corações e assim a minha dor fosse sentida a partir daquele momento não mais só por mim, mas por uma população inteira. Começar agradecendo a Deus o verdadeiro autor de todas as bençãos e vou seguindo agradecendo a primeira ligação da nossa amiga Nara Denyse que repassou a ligação para nossa amiga Theska que me falou da sua sensibilização pelo caso e me relatou a seguinte frase: "Fabinha, dinheiro eu não tenho no momento, mas se vc me me permitir posso mobilizar para fazermos uma festa. " Fiquei feliz, emocionada e aceitei na hora, vi ali uma grande porta se abrindo em nossa direção. A partir daí não sei detalhadamente o que aconteceu, pois eu estava no hospital, mas emocionada a todo momento por cada notícia que chegava até a mim. Tenho certeza que muitos,…

A escrita antes dos maias

Imagem
SUPER -Abril de 1991