*OS BENEFÍCIOS DA MÚSICA CLÁSSICA*

Desde a antiguidade, a música é utilizada para o bem-estar, elevação espiritual, fins nobres ou terapêuticos. Escritos de mais de 4000 anos na China, Índia, Egito e outros povos relatam isso. Platão (427 a.C.) já afirmava que “A música é o remédio da alma”  e que podia transformar o homem e toda a sociedade.

Nos dias atuais comprovam-se, pelas pesquisas científicas, os benefícios que a música clássica, e também músicas instrumentais suaves proporcionam. Elas podem atuar no corpo e mente, como auxiliares no tratamento de várias doenças e também ajudam a melhoram nosso QI .

A música clássica é um meio de restaurar a harmonia do corpo, da alma, e da elevação da nossa consciência. Ela pode ser também auxiliar no combate à negatividade, ao stress e à desequilíbrios psicossomáticos.

A música elevada pode restabelecer a serenidade da mente, pois atua no ritmo e na frequência de nosso corpo. Em ritmos lentos, o corpo escuta-o, e pulsa de acordo com ele, reduzindo o ritmo agitado em que estava. Isso produz um efeito de massagem sonora, diminuindo as tensões.

A boa música atua diretamente no subconsciente, trazendo harmonização e sentimentos elevados, e favorecendo a cura em geral, afirma Dr. Márcio Bontempo. As mudanças que a boa música pode produzir são muito profundas, transcendem a nossa compreensão e podem produzir mudanças até mesmo a nível celular e no DNA, modificando aspectos sutis que desconhecemos.

Também o som de instrumentos musicais como o de pianos, violinos, sopros, etc.., trazem efeitos benéficos para harmonização da saúde física e emocional, de acordo com um estudo realizado pelo psiquiatra inglês, Robert Schauffer.

No Japão, o cientista Dr. Masaru Emoto, realizou uma experiência tocando músicas clássicas próximas à moléculas de água. Em análise microscópica, provou que as moléculas da água se agruparam em forma de belas mandalas. Outra parcela da água, colocada próxima ao som de ritmos de baixa vibração, como o rock, apresentaram formas distorcidas ao serem analisadas no microscópio.

Além dos benefícios citados, certos tipos de música têm um poder adicional de atrair energias elevadas, atuando nos níveis emocional e energético, auxiliando na obtenção de pensamentos e sentimentos elevados.

A música clássica pode também favorecer a um estado de paz, bem-estar e harmonia durante nossas atividades diárias, eliminando padrões negativos de pensamento quando escutadas com frequência. O livro Sons Musicais cita: “A música pode fazer pela alma o que nenhuma atividade perceptível aos sentidos pode realizar” (p.51).

Segundo alguns autores, os grandes compositores teriam sido inspirados a trazer estas melodias que revolucionaram, desde a sua criação, e produziram uma mudança positiva nos padrões desarmônicos vigentes da época.

A Guru e escritora esotérica, Elizabeth Clare Prophet, diz: “Eu alerto a todos que procuram ser verdadeiramente alquimistas do espírito, a procurar as músicas clássicas dos maiores compositores do mundo: Beethoven, Bach, Wagner, Liszt, Mozart (...) e muitos outros.”. (P. Sab.v.13, Nº8)

Estudos constataram que jovens que passaram a escutar músicas clássicas apresentaram melhor capacidade de concentração e aproveitamento nos estudos. O Centro de Pesquisas e Aplicações Psicomusicais da França comprovou o grande efeito benéfico que algumas músicas clássicas produziam como fundos musicais nos ambientes de trabalho. A produtividade aumentou quando passaram a escutar músicas clássicas no trabalho.

Em muitos hospitais dos Estados Unidos utiliza-se a música clássica como auxiliar na cura dos pacientes. As gestantes que escutaram música clássica na gravidez apresentaram uma gestação mais tranquila e os bebês tiveram uma infância mais saudável.

Em experimentos com plantas colocadas ao som de músicas clássicas, constatou-se uma melhora do desenvolvimento das plantas. O mesmo experimento foi realizado com animais, que apresentaram um comportamento positivo à escuta destas músicas, em comparação à outros tipos de ritmos. Enfim existem milhares de experimentos e centenas de livros que atestam estas afirmações.

Se a música clássica traz tantos benefícios, concluímos que a inclusão de sua escuta, no dia a dia, é algo valioso e imprescindível. Devemos, portanto, adquirir este hábito tão saudável a fim de obter uma vida melhor e mais saudável.

Além das músicas clássicas, as valsas vienenses são o ritmo que auxilia na transmutação e energização de pessoas e ambientes. Também são recomendadas ou consideradas neutras, de modo geral (pois há exceções): músicas religiosas, corais, mantras, orientais tradicionais, étnicas, instrumentais suaves, new-age, folclóricas, regionais, marchas, canções populares com letras edificantes; enfim, músicas que elevem a consciência e tragam bem-estar.

De modo contrário, ritmos como o rock, funk e similares; dance e ritmos agressivos atuais, trazem grande nocividade ao corpo e mente, dentre eles; o baixo rendimento escolar, os distúrbios psicológicos e danos à saúde.

As notas-chave podem também ser usadas para relaxamento, ajudando no combate a distúrbios como stress. Sugerimos a escuta de músicas suaves como: Sonata ao Luar; Estrela Vespertina e Parsifal, de Wagner; Ária em G, de Bach; Ave Maria, de Schubert; O Cisne; e tantas outras...

Coloque-se num local apropriado, relaxe e medite, respirando suave e profundamente, durante todo o tempo, com a mente livre de pensamentos. Deixe-se envolver pelas melodias tocadas repetidamente; visualize-se banhado por esta luz sonora que preenche as suas células e o energiza.

Sinta uma profunda sensação de relaxamento, paz e harmonia. Eleve seu pensamento a Deus e visualize-o derramando luz e bênçãos sobre você e sobre as pessoas com quem você convive. Sinta-se envolvido pelo amor Divino, e pelo Espírito Santo, purificando-o, restaurando sua energia e curando-o nos níveis físico e espiritual.

Eleve-se em prece e sinta que esse amor o envolve por completo, em todas as tuas células. Sinta-se uma parte importante da vida; feliz e merecedor de toda a abundância e paz do Universo. Louve e agradeça a Deus por tudo que recebe a cada dia. Permaneça assim por alguns minutos diariamente, meditando pensamentos elevados e visualizando situações positivas em todos aspectos de sua vida.

Com a persistência, estudo e prática, poderemos sentir resultados cada vez melhores. Assim, desejamos que a música o auxilie a obter uma vida com mais paz, harmonia, e com todo o amor e bênçãos que Deus deseja lhe dar.

Luciano Cesa

*O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A MÚSICA NOCIVA*

O nosso organismo vibra em nível celular numa frequência que rege nossos átomos e nossos órgãos. Esta freqüência ou vibração do corpo é influenciada e tende a se igualar às ondas sonoras e ritmos que ouvimos. Assim, os sons e ritmos que escutamos podem, tanto harmonizar nosso corpo, como causar um choque nocivo e desequilibrar nosso organismo, ao escutarmos músicas agressivas.

Estudos científicos comprovam os malefícios para a saúde de ritmos sincopados (não lineares), que afetam nosso corpo, causam stress, tensão e afetam o coração. Os ritmos tocados numa velocidade acima de 130 bpm fazem o coração bater fora de seu ritmo natural, e este então, para se defender, lança uma dose extra de adrenalina e substancias no sangue, e isso traz implicações ao longo do tempo.

“Esta batida (o rock) é contrária ao pulso arterial natural” afirma o Dr. John Diamond M. D.

Estes ritmos induzem à dificuldade de concentração, baixo rendimento escolar, comportamentos rebeldes e agressivos, hiperatividade e em uma série de distúrbios psicológicos comuns aos adolescentes. O alto volume utilizado causa danos irreversíveis ao ouvido humano, e devido à perda auditiva, passam a requerem um volume cada vez maior.

Estudos médicos também afirmam que a música nociva pode produzir hipertensão, fraqueza muscular, mal funcionamento das glândulas, histeria, problemas psicológicos, agitação, ansiedade, perda de rendimento no trabalho e uma diminuição na capacidade de tomar decisões, além do aumento na incidência de erros.

A exposição ao rock e similares, pode causar desequilíbrio nos hemisférios cerebrais, deixando o indivíduo incapaz de reconhecer entre o que é prejudicial e o que é saudável. Tais ritmos são também chamados de hipnóticos, pois causam

êxtase e induzem à agitação. Dentre eles estão o: rock, heavy-metal, funk, hip-hop, axé music, dance music, música eletrônica e seus similares; os ritmos agressivos atuais; alguns desses, porém, com maior ou menor nocividade.

Os ritmos hipnóticos causam uma espécie de transe, com suas batidas agressivas, marcantes e sons estridentes, que criam euforia, dependência e vício. Isso induz o ouvinte a buscá-los cada vez mais, de modo similar a uma droga química.

Estas batidas agridem e causam a expulsão e a descida da energia dos centros energéticos, os chakrasque temos em nosso corpo, e que são responsáveis pelo equilíbrio da vida, das funções orgânicas, e de nossa evolução espiritual. Essa perda de energia vital, que causa perturbações emocionais, busca compensação através do consumo excessivo do álcool, das drogas, vícios e da violência que quase sempre estão associados às baladas e shows destes ritmos.

A perda energética que desvitaliza a pessoa, pode também, segundo certos autores, atrair energias espirituais negativas, que por meio da ruptura deixada na aura do ouvinte, sugam sua luz e alimentam-se desta energia. Esta influência espiritual pode estimular ainda mais um comportamento nocivo e violento, e favorecer até mesmo à criminalidade.

O consumo de drogas também pode ser estimulado pela audição de certos ritmos e letras que estimulam um comportamento rebelde. É evidente que nem todos que ouvem estas músicas adotem esta prática, mas o estímulo e o ambiente propício para isso, é criado.

Outro fato é que a influência dos ídolos musicais, quando utilizada para o mal, pode levar ao enfraquecimento e a dominação da juventude através desta poderosa força que a música contém. Suas letras, geralmente são um estímulo às banalidades, melancolias, vícios e emoções inferiores, além de sua conduta de mau exemplo, que mostram um modelo de vida muitas vezes seguido pelos fãs, e que pode causar influencia sobre toda uma geração.

Como exemplo disso vemos a influência dos grandes Festivais de Rock passados trouxeram à toda uma geração. O uso de drogas, vícios, das grandes tatuagens (que podem favorecer a instalação de doenças ) e tantas outras influências e padrões de comportamento atuais.

A Ciência da Palavra Falada e a Neuro-Linguística ensinam sobre o poder da palavra e da repetição, que neste caso é utilizada negativamente. Sabemos que existe uma atração entre energias semelhantes tanto espiritual como física. Assim, nós temos a tendência a atrair situações similares àquelas em que colocamos a nossa atenção. Uma sintonia com as energias densas das músicas negativas tenderão a atrair situações semelhantes como maus relacionamentos, infortúnios e adversidades em geral.

Outro fato é que algumas letras de músicas, quando tocadas em ordem inversa revelam frases de culto ao mal. A simpatia que muitos roqueiros têm com o satanismo é clara e evidente. “Ninguém parece ter percebido a malignidade da música”  afirma a Revista Veja, 27/05/08.

Como exemplo: um jovem suicidou-se após escutar por várias horas músicas de Ozzy Osbourne, entre elas “Suicide Solution”, que incitava ao suicídio. O líder do grupo Nirvana, suicidou-se no auge do sucesso, e muitos outros cometeram suicídio pelas drogas.

Estes sons não só fazem mal ao ser humano como também às plantas, aos animais e mesmo às bactérias e à água, segundo pesquisas científicas relatadas.

Segundo a escritora mística Elizabeth Clare Prophet, “a proliferação destes ritmos é uma das maiores causas da decadência da humanidade e de todos os seus males atuais. Assim, concluímos que os ritmos nocivos estão afastando as pessoas de Deus e de seu objetivo de vida, induzindo-os ao desperdício de suas oportunidades de crescimento”.

O que nossos jovens estão ganhando com isso? Todos podem ter uma diversão alegre e saudável sem a utilização destes ritmos nocivos. Devemos sim, cultivar o gosto pela arte, obtendo os benefícios que as músicas elevadas proporcionam, como músicas clássicas, new age, instrumentais suaves, étnicas, orientais, religiosas, folclóricas, marchas, valsas e tantos outros ritmos, que não são prejudiciais, mas, sim, elevam as energias e trazem a cura para aqueles que as ouvem. Também podem ser positivas canções populares calmas com letras edificantes, que elevem o pensamento e tragam bem-estar ao ouvinte.

A audição de músicas adequadas poderá auxiliá-lo na obtenção de uma vida mais harmoniosa, plena e feliz, física e espiritualmente. Convidamos você para ajudar a divulgar estas informações, especialmente entre os jovens, e assim contribuir para a construção de um mundo melhor.

Baseado em Estudos Científicos.

Luciano Cesa

CDs COM AS NOTAS CHAVES DOS MESTRES

De acordo com os ensinamentos dos Mestres Ascensos, cada Mestre, Arcanjo ou Ser Cósmico, possui uma música clássica que o identifica e pode nos colocar em sua sintonia.

Estas músicas são as chamadas “Notas-chave”, ou músicas com códigos que atuam a níveis interiores e podem agir positivamente, trazendo paz, bem-estar e harmonia, além de estar atraindo as bênçãos de cada Mestre.

As músicas dos Mestres podem proporcionar benefícios físicos e espirituais pois produzem uma mudança positiva no Ser e uma maior sintonia com o alto. Os Mestres podem iniciar um despertar da consciência daqueles que ouvem músicas por eles recomendadas, e esta é a finalidade desta coleção: deixar uma “semente” do amor dos Mestres no coração de cada ouvinte.

As músicas foram gravadas com teclados, mixados a coral e instrumentos acústicos de orquestra como violino e outros; tocadas por ótimos músicos, em um trabalho de arranjo e gravação que levou vários anos. Foram gravadas em estúdio de alta tecnologia, com até 36 canais de mixagem, proporcionando uma sonoridade próxima à das grandes orquestras, mas com timbre próprio.

Esta é uma coleção de CDs instrumentais única no mundo, em seu gênero; criada com a finalidade de divulgar a música dos Mestres Ascensos entre os buscadores da luz maior.

Ouça algumas amostras das músicas que você encontrará nos CDs:

1 - Junto aos Anjos

4 - O Cisne - Chama Rosa

2 - Pompa e Circunstancia - El Morya

5 - Ave Maria Schubert

3 - Concerto Nº 1 para Piano

6 - Concerto nº 1 - Elohim Astrea

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DO CEARÁ- AS PRINCIPAIS TRIBOS INDÍGENAS

CORDEL - O QUE SÃO SEXTILHAS

ORIGEM DA FAMÍLIA PINHO NO BRASIL