Utilidades do leite de alpiste (medicina alternativa)

Resultado de imagem para leite de alpiste
Imagem: eusemfronteiras.com.br
Alpiste :
O leite de alpiste é extremamente poderoso. Por possuir uma quantidade imensa de enzimas e mais proteína que 3 quilogramas de carne vermelha, ele é usado para tratar casos de diabete. Ele age curando os rins, fígado e o pâncreas, levando à cura em pouquíssimas semanas.O alpiste pode ajudar também no tratamento do colesterol, auxiliando o emagrecimento e o ganho de massa muscular.Hipertensos também podem usar o chá dessa semente como uma forma de tratamento. Em poucas semanas começam a surgir os efeitos.Trata a cirrose, controlando os hepatócitos do fígado, desinflamando-o.Age eliminando o excesso de líquidos no nosso corpo, recarregando os rins com enzimas importantes ao seu correto funcionamento.Por conter lipase, ele elimina com rapidez a gordura do organismo, tanto das veias e artérias, como também dos depósitos (culotes, barriga, braços, etc.)Em algumas partes do mundo, ele é usado para tratar pedras nos rins e infecções urinárias.Outros benefícios: age contra gastrite, úlcera, hiperuricemia, edemas, gota, entre outros problemas de saúde.
Como consumir
Além do leite e do chá, você também pode adicioná-lo em receitas como massas de pães, tortas, etc. Por possuir fibras, auxilia bastante o tratamento de problemas da flora intestinal. Quanto ao leite de alpiste, existe uma dica que não pode ser deixada de lado: nunca adicione açúcar, pois ela anula seu princípio ativo.
Como fazer o leite em casa
Durante a noite, coloque cinco colheres (sopa) de alpiste e deixe de molho em um pouco de água.Pela manhã, jogue fora a água e coloque o alpiste que ficou de molho dentro de um liquidificador.Adicione água pura e bata por alguns segundos.Você obterá um leite espumoso, que deve ser tomado da seguinte maneira: um copo grande pela manhã (de jejum) e outro poucos instantes antes de dormir.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DO CEARÁ- AS PRINCIPAIS TRIBOS INDÍGENAS

CORDEL - O QUE SÃO SEXTILHAS

ORIGEM DA FAMÍLIA PINHO NO BRASIL