ONDE O SOL ESTÁ MAIS PERTO DA TERRA Manoel Belarmino

ONDE O SOL ESTÁ MAIS PERTO DA TERRA
Manoel Belarmino

Numa esquina do bairro São José, em Poço Redondo, em meio dia de sol a pino, aqui estou eu em um barzinho. Um barzinho simples, frequentado por gente simples, do bairro São José e de comunidades do interior. Um barzinho cheio de portas, talvez assim feito para o vento afastar o calor, o calor do verão. Aqui talvez se encontre a cerveja mais gelada da cidade.
Estou sentado à mesa. Uma cerveja gelada no centro da mesa. Mas como bebo pouco, um copo apenas me faz sentir fugindo do calor. Talvez só impressão minha. O calor parece se declarar mais de 50 graus positivos. Pelas portas largas e abertas do barzinho da esquina do Bairro São José vejo o céu azul, limpo e acizentado, sem nenhuma nuvem. O céu parece estar nu, vazio e pobre. No centro do céu o sol parece se aproximar do sertão ou colocar no volume máximo o seu potencial de calor. As ruas duras de pedras e as paredes rígidas de cimento majoram ainda mais a quentura.
Mas, mesmo assim, eu aqui vejo uma paisagem morta, dura e triste, das ruas de pedras e cimento, e castigada pelo sol. E ao fundo, escuto um som da música "Adios" de Roberto Carlos. Com esse som, imagens passam em meus pensamentos como retalhos de filmes antigos. Imagens de Poço Redondo antigo. Imagens que nunca vi e nem vivi, mas talvez por tanto ouvir os mais velhos contarem, tornam-se imagens em meus pensamentos.
E aqui estou eu, em baixo do céu, onde o sol está mais perto da terra. No sertão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HISTÓRIA DO CEARÁ- AS PRINCIPAIS TRIBOS INDÍGENAS

CORDEL - O QUE SÃO SEXTILHAS

ORIGEM DA FAMÍLIA PINHO NO BRASIL