Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

64 A Lição que não aprenderam - Por Humberto Mendonça (As Lições do Tempo)

Imagem

Escritores que os estudantes mais gostam

Imagem

Construção e Tragédia do Açude Orós

Imagem
O ano de 1958 foi mais um ano de seca no Ceará, a exemplo do que já havia ocorrido em 1915, 1919 e 1932. A população sertaneja sofria com a falta de água, alimentos e trabalho. Em setembro de 1958, a alma sertaneja ganhou um novo alento, quando a construção de um grande açude começou a ganhar formas. A obra na região centro-sul do Ceará, no município de Orós, era uma antiga promessa do DNOCS – Departamento Nacional de Obras contra as Secas – do que seria o maior reservatório do Nordeste, com 2 bilhões de metros cúbicos de água armazenada. 

Com o Orós surgiu a possibilidade de se represar as águas do Rio Jaguaribe e de se aproveitar o famoso boqueirão da região que na parte mais baixa tinha 75 metros de largura. A expectativa era captar toda a água do alto Jaguaribe e seus afluentes. A promessa também incluía energia farta, “que propiciaria extraordinário surto industrial”.

Desde 1911 que já se falava na existência do Boqueirão de Orós, garganta por onde passam as águas do rio Jaguaribe,…

As duas irmãs - Por Giovani Costa

O velho Juca Lourenço foi uma viagem no Juazeiro do Norte e levou duas  irmãs quarentonas e solteiras.
Chegando lá foram para a praça Padre Cícero, onde o velho Juca sentou-se num banco onde já havia um outro senhor. As irmãs deram os braços e começaram a "voltear" na praça. Quando iam passando em frente ao banco onde estavam aqueles dois senhores, o outro homem disse:: oh, mulher feia! Ai Juca Lourenço, com a mão no ombro daquele homem respondeu: olhe, ela é minha irmã! Mas eu estou falando é com a outra que vi do outro lado! Aí o velho retrucou: é minha irmã também!

Sertão florido: flores da caatinga - Giovani Costa

Imagem
Fim de quadra invernosa, o sertão fica florido. Festa para as abelhas e os colibris. Mato perfumado. Muitas destas flores servem de remédio, as famosas mezinhas que o sertanejo tanto conhece. Fotografei e vou mostrar alguns exemplares do nosso bioma caatinga, que sao por nós bastante conhecidos:













Raio X dos maias

Imagem
n