Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

TORNEIO DE FUTSAL DO SANHAROL, FOI UM SUCESSO DE PARTICIPAÇÃO DE ATLETAS E DE PÚBLICO!

TORNEIO DE FUTSAL DO SANHAROL, UM SUCESSO!
ACONTECEU DURANTE TODO O DIA DE ONTEM NO GINÁSIO DE ESPORTES TOMAZ BEZERRA DE AQUINO (TOMAZINHO) UM TORNEIO DE FUTSAL ORGANIZADO PELA LIGA DE FUTSAL DE VÁRZEA ALEGRE.
O TORNEIO ERA NA MODALIDADE MATA-MATA E REUNIU 40 EQUIPES( COM MAIS DE 400 ATLETAS) DE TODAS AS MODALIDADES, JUVENIL, ADULTO E TAMBÉM FEMININO.
DA MODALIDADE ADULTA, SAIU CAMPEÃO A EQUIPE DA VACARIA!
A PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO TAMBÉM FOI GRANDE, COM AS DUAS ARQUIBANCADAS LOTADAS DURANTE TODO O TORNEIO.
APESAR DO SUCESSO DO EVENTO, NÃO TIVEMOS A PRESENÇA DA IMPRENSA LOCAL PARA FAZER TAL REGISTRO. FICA A PERGUNTA: PORQUE...?

José Custódio Joaquim de Almeida, Príncipe de Ajudá - José Sales

José Custódio Joaquim de Almeida, Príncipe de Ajudá (1832-1936) segundo diversas publicações no Rio Grande do Sul que são objeto de estudos, foi um dirigente tribal africano, exilado no Brasil, onde se tornou famoso como curandeiro e líder religioso.
Ninguém sabe como e nem em que circunstâncias, ao final do século XIX este príncipe governante deixou São João Batista de Ajudá, no Dahomey (hoje República de Benim), no passado um dos principais entrepostos de escravos para o Brasil, mas o certo é que ele partiu ante a promessa solene dos Ingleses de que o seu povo não sofreria o que haviam sofrido os grupos vizinhos ante a violência dos Alemães e Franceses.
Com mais de 1m83, forte, extrovertido, Custódio Joaquim morou numa mansão com cinco filhas e três filhos, na Rua Lopo Gonçalves, 498, na Cidade Baixa. Falava inglês e francês com fluência, mas tropeçava no português. Vestia-se de acordo com a moda européia, mas usava trajes africanos em ocasiões especiais.
O Príncipe de…

Chico de Amadeu e a trama de Alberto!

Imagem
Nos anos 70 Chico de Amadeu residia em Farias Brito, distante 36 km s distante de Várzea Alegre.No ano de 1977, a torre da igreja matriz de São Raimundo Nonato havia desabado em uma noite de chuva.  O jovem vigário de Várzea alegre, Padre José  Mota Mendes iniciou uma campanha para arrecadar fundos para a reconstrução da igreja.   Para a vizinha cidade de Farias Brito, o padre enviou uma imagem de Nossa Senhora de Fátima para visitar as residências dos católicos daquela pequena cidade.   Alberto Siebra, primo de Chico, foi uma viagem em Crato e Juazeiro e quando chegou de volta, foi visitar a mãe, D. Dozinha, que depois de dar a bênção do filho foi logo perguntando:    Alberto, meu filho, você foi no Cariri, você viu algum dos nossos parentes por lá?   Vi não, mamãe, mas em compensação passei em Farias Brito e vi seu sobrinho Chico de Amadeu!    Foi? E como ele estar?    Alberto maliciosamente respondeu:    Como sempre, mamãe, fazendo vergonha a família!    É mesmo, meu filho e o que foi que …

SENADO APROVA UNIVERSIDADE FEDERAL PARA O CARIRI, SEDE SERÁ EM JUAZEIRO DO NORTE

Aprovada em regime de urgência pelo Senado o projeto que cria a Universidade Federal do Cariri (UFCA), que terá sede em Juazeiro do Norte. A proposta, relatada pelo senador Inácio Arruda (PCdoB), prevê que a universidade seja criada por desmembramento da Universidade Federal do Ceará. Além do Ceará, os estados da Bahia e Pará foram beneficiados com projetos de criação de novas universidades. O pedido de urgência partiu de Inácio. Os projetos chegaram ao Senado na terça-feira e, aprovados, seguem para sanção presidencial.. A UFCA atenderá a uma população de mais de um milhão de pessoas. “O nosso parecer, portanto, é favorável a essa conquista, que é do Ceará, mas, quero dizer, com grande impacto também na Paraíba, em parte de Pernambuco e mesmo do Piauí, porque é uma região que abrange uma parte significativa desses quatro Estados da Federação. Assim, o nosso parecer é favorável e parabéns ao povo do Cariri, que recebe esta Universidade Federal”, observou Inácio. Com a cr…

REBUSCANDO O TEMPO 001 - POR ANTONIO MORAIS

O INHARÉ, MESTRE SILVINO E O REISADO.

Silvino Josué da Silva, mestre Silvino foi um dos mais antigos moradores do Inharé. Era um finíssimo artesão em produtos derivados do couro, calçados e, estabelecido, no local, no ramo de mercearia. 
Sem precisar com exatidão a época, a historia a seguir parece-me ocorrência da década de 40 do seculo passado. Não é criação fictício, trata-se da mais pura verdade.
Reisado, na minha singeleza é avaliado como uma peça teatral com vários capítulos a apresentar. Primeiro a chegada triunfal na casa do amo para a apresentação. Depois apresentava-se o Boi, seguido pela burrinha, pinta pelelê, meliata, cavalo marinho, a velha e até o cão tinha sua vez. 
Assistir muitas apresentações de reisado, especialmente no Roçado de Dentro onde a pratica, por tradição, era perfeita.
Mas, nesta eras idas, o Sanharol tinha o seu grupo de reisado, e, Mestre Silvino o convidou para uma apresentação em sua residencia no sitio Inharé.  
O grupo de caretas era assim composto…

RELIGIÃO - RAQUEL DE QUEIRÓS

Imagem
" Religião. Pode -se matar mais do que se matou e ainda hoje se vem matando em nome dos deuses de cada um?
  Não, confesso que que já se acabaram os meus arroubos juvenis, quando esperávamos que os povos do mundo se uniram um dia para a prosperidade e felicidade geral. Hoje não espero mais nada. De que serve saber as ciências, inventar e dominar as máquinas fabulosas, se isso representa apenas a maneira mais eficiente de nos trucidarmos uns aos outros?"Raquel de Queirós


REBUSCANDO O PASSADO - POR ANTONIO MORAIS

Rebuscar o passado, alem de histórico, é um ótimo passatempo, quando em conversas tentamos construir a nossa árvore genealógica e a memoria da família. 
O assunto geralmente trás ao debate passagens sociais, épicas ou burlescas dos nossos antepassados. Várzea-Alegre é  uma terra rica de cultura e, os seus filhos  deixaram legados de muitos exemplos nobres.
Embora saiba que, hoje em dia, pouco ou nenhum valor é dado a memoria e historia antigas começo, a partir de amanha, a escrever neste Blog do Inharé um conjunto de informações denominado "Rebuscando o Passado" para o deleito dos leitores que se interessam  pela historia de nossa valorosa gente.
Como  bem disse o Dr. José Ferreira:

"Se você tem mais luzes do que eu e algo a comentar, corrigir ou acrescentar, receberei de bom grado seu parecer. Se nada tiver a dizer e, mesmo assim, pretender dar sua valiosa opinião pode fazer. Fique bem a vontade. Pode até  escrever: Não li, nem gostei".
Até  a próxima.

CAUSOS LÁ DE NÓS - Por MUndim do Vale.

PRISÃO  DUPLICADA.
O saudoso Chagas Taveira, foi uma pessoa sempre divertida, onde estivesse estaria sempre alegrando as pessoas que estivessem por perto. Bebia e brincava, mas nunca cometeu um delito por mais pequeno que fosse. Se fez algum mal foi a si próprio. Certa vez Chagas estava com um grupo de amigos contando piadas, quando chegou o cabo Feitosa lhe dando voz de prisão: - Teja preso caba safado! - Ôxente! E qui foi qui eu fiz pra ir pra cadeia? - Você tá muito gaiatinho pro meu gosto. Os amigos que estavam presentes, não fizeram nenhuma intervenção, com receio de reprasália por parte do arbitrário policial. Chagas foi conduzido para a cadeia pública e colocado numa cela junto com alguns reclusos. Revoltado com a prisão ilegal, Chagas vingou-se quebrando um lâmpada. A esposa de um soldado que viu foi correndo dizer ao cabo, que chegou imediatamente mais zangado do que porco sendo castrado. Dirigiu-se a Chavas e falou: - Quer dizer que o engraçadinho aí também é agitador não é? Pois não v…

Renascimento - Paulo Mendes Campos

Mais fria do que o sono do meu túmulo
É minha soledade, quando cúmulo
Da carícia mortal se esvai, essência.
Vértice perigoso da inocência,
Entrega-me a manhã seu cemitério,
Quando, extintas espadas, sigo sério
Sorrindo para quem foi num momento
Chama que se desfez nas mãos do vento,
Belo animal que foge ternamente
E em lento movimento está presente
Nos círculos que pensam no meu ser.
Descobre-me a luz crua do prazer
E a sombra do langor se arrasta lenta
No sulcos de meu rosto; se ela tenta,
Beijando-me, apagar a minha face,
Onde o seu lábio vai, a voz renasce,
Nítida, calma, quase com tristeza.
A escuridão despede-se, e a certeza
De um deus fere a vidraça, verdes chamas,
Labaredas do céu, fogo nas ramas
De uma roseira que sobe à janela.
Depois, se o sol maduro se rebela
No mar, sobre as espumas, nós, constantes
Da memória das vagas inconstantes
Vamos colher a flor do tempo. Ausentes
Nos beijamos, tranquilos, transparentes.



Paulo Mendes Campos (Belo Horizonte,…

VALSA DAS FLORES - TEIXEIRINHA

Imagem

O MAIS BEM DOTADO NA OPINIÃO DE JOÃO DO RONCA - GIOVANI COSTA

Dizem que o saudoso João do Ronca tinha um caderno onde anotava os nomes daqueles que com ele tinham relação sexual.
  Certa ocasião um curioso perguntou a ele:
  João, destes que tu já transou qual o que tu achou que tem a (...) maior?
  João do Ronca nem pensou bem e respondeu:
  Bom a maior de todas que eu achei foi a de Mané de Pajé, mas a pior de todas foi a de Carlos de Delu, que além de grande ainda tem uma "cruva" no meio!

Geografia da UFC comemora 50 anos

Na próxima quarta-feira, o Curso de Geografia da Universidade Federal do Ceará abrirá as comemorações de seus 50 anos de criação. A solenidade acontece a partir das 14 horas, no auditório do Departamento de Geografia (bloco 911), no Campus do Pici, em Fortaleza, com a presença do reitor Jesualdo Farias. Às 15 horas, mesa-redonda vai reunir professores do departamento para conversar sobre o tema “Curso de Geografia na UFC: entre datas e fatos, memória e realidade”. Participarão os professores Edson Vicente da Silva, Maria
Florice Raposo Pereira, Tércia Correia Cavalcante e José Borzacchiello da Silva. Em seguida, será divulgado o calendário anual de comemorações dos 50 anos do curso e realizada confraternização. O Curso de Geografia foi criado em 25 de janeiro de 1961 pela Lei nº 3.866, no contexto da criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, com os cursos de licenciatura de Matemática, Física, Química, Geografia, História, Pedagogia, Ciências Sociais e Letras…

PRAÇA DA SÉ, CARTÃO POSTAL DO CRATO - Texto e foto de Dihelson Mendonça

Imagem
A Praça da Sé é um dos lugares mais fotografados da nossa cidade. Representa um dos símbolos do Crato, em que foram compostas inclusive músicas que decantam a sua beleza.

MOMENTO ÉPICO

Imagem

ESQUENTA BARRACÃO SAMBA FEST

Imagem

PETRA - POR JOSÉ SALES

Imagem
Há 200 anos, Petra, na Jordânia, era redescoberta por um suíço, que tirou do ostracismo a capital do antigo reino dos nabateus – importante entreposto comercial nos anos que antecederam e sucederam o nascimento de Jesus Cristo. Desde então, a cidade de pedra (em grego, petra) passou a atrair a atenção crescente do mundo, ganhou da Unesco o título de patrimônio da humanidade, virou cenário de cinema e tornou-se o principal ponto turístico do país, um dos mais importantes do Oriente Médio e um dos mais caros do mundo.

ZÉ ROLIM E A VENDA DO CINTO - GIOVANI COSTA

Imagem
Quando eu tinha meus 15 anos, meu irmão Zé Leandro mandou de São Bernardo do Campo umas roupas e um sapato para eu estrear na festa do Padroeiro São Raimundo Nonato.
  Na época estava muito na moda uns cintos de nylon coloridos e eu juntei uma pequena economia para comprar um. O sucesso dos cintos era tanto que sai nas lojas e não encontrava. Fui até a Casa Santa Inês do Sr. Zé Rolim acompanhado por uma irmã. Ao perguntar pelo tal cinto, o Sr. Zé Rolim, como bom comerciante me disse o seguinte: olhe, este ai nós não temos, mas tem estes aqui e me mostrou uns de couro, ao que eu o respondi:
  Não, Seu Zé, este ai eu não vou querer, porque destes ai eu já tenho um!
  Zé Rolim guardou a mercadoria mas de pronto me respondeu:
  Pois rapaz, você estar mais rico do que eu porque eu sou o dono da loja e só tenho um cinturão!

Historiador não acredita que Papa Francisco vá reabilitar o Padre Cícero

A eleição do papa Francisco (Jorge Mário Bergoglio), mesmo sendo o primeiro papa latino-americano, não deve alterar a suspensão de ordens do Pe. Cícero. Os fatos considerados “milagrosos”, “extraordinários” ou “embuste”, ocorridos em missa na capela de Juazeiro, em março de 1889, envolvendo a beata Maria de Araújo e o Padre Cícero Romão Batista deram ensejo a negociações políticas e religiosas, pressões populares, investigações eclesiásticas e, finamente sua negativa e punição canônica aos envolvidos no caso, especialmente a suspensão das prerrogativas sacerdotais do Pe. Cícero (1894).

Embora, as romarias e referências ao suposto milagre da transformação da hóstia em sangue na boca da beata tenham sido proibidas oficialmente pela hierarquia católica, a religiosidade popular foi gradativamente canonizando o Pe. Cícero como milagreiro, ao mesmo tempo em que o respaldava em sua ascensão econômica e liderança política local e estadual. Bastando atentar para o acelerado cre…

A CUMIEIRA DE AROEIRA LÁ DA CASA GRANDE - JECIER QUIRINO

Imagem

Grafia era diferente mesmo! - Pasquale Cipro Neto

Imagem
Você já leu algum texto escrito há muito, muito tempo, muito tempo, algo como um jornal de 1935?
   Seu avô jáq lhe disse que no tempo dele a grafia era diferente? Pois acredite, era mesmo!
   As pessoas mais velhas têm uma certa dificuldade para escrever porque na década de 40 houve uma profunda modificação na grafia das palavras da língua portuguesa.
   Adjetivos que indicam nacionalidade, como francês, inglês, eram escritos com z, sem acento: francez, inglez. Isso explica por que até hoje se vêem restaurantes que servem "comida" chineza".Chinesa se escreve com s.
   Palavras terminadas em al, como jornal, geral, faziam o plural em aes: jornaes, geraes. Hoje se escrevem com i. (jornais, gerais).
   Era interessante o emprego das consoantes duplas, em palavras como elle, sabbado, annular, occasião, apparelho, etc. As sequências em ct e oç também existiam, em palavras como omnibus, activo, funcção.
   Quer mais? O ph era usado em telephone, physica, pharmacia. O grup…

REVOLTANTE

Imagem

DO TEMPO DO BUMBA - Por Mundim do Vale.

O  VENTO  DO  ARACATÍ.
Houve um tempo na cidade de Várzea Alegre Ceará, Que todas às noites, ficava um grupo de pessoas na Praça dos Motoristas, para esperar a pasagem do vento do Aracatí. Numa dessas noites, eu estava com Carlito Cassundé, Galego de Pedro Gualberto, Gerônino Bilé, Taveirinha e Zé de Totô. Uns contavam piadas e outros falavam da vida alheia, até chegar a hora da gostosa brisa passar. De repente chegou o chapeado Chico Danga, tombando mais do que carneiro que come salsa. Chico aprximou-se do grupo e começou a puchar conversa. Gerônimo não gostou daquela companhia e reclamou: - Ei Chico! Pode pegar o beco, que nós estamos tratando de um assunto sério e você está atrapalhando. Chico reagiu dizendo: - Eu num sai não. A praça num é sua, é do prefeito. Pruque qui eu tombém num posso isperar o Aracatí passar? Dizendo aquilo ele afastou-se uns seis metros e deitou-se num banco onde começou a roncar. Gerônimo não gostou daquela situação e falou para Taveirinha: - Taveira. Vá botar um m…

DO TEMPO DO BUMBA - Por MUndim do Vale.

VIGILANTE  CAUTELOSO.
O Sr. José Dias, era proprietário de uma mercearia na praça Santo Antônio em Várzea Alegre – Ceará. A mercearia era acoplada a sua residência, que ficava atrás da capela. Dos fundos da residência até chegar no corredor dos Grossos, ele possuia um terreno desocupado. O proprietário contratou Ferrim de Bastiana, para cuidar do terreno, nos serviços de cercas, limpeza e e cuidado com a entrada de animais. Como Ferrim na época estava em litígio com a mulher, ficou morando  numa pequena casa de taipa que tinha no canto do terreno. Certa vez Genésio Faisca e Raimundinho de Zezim de Eugênio estavam numa farra no Ingèm Véi e resolveram levar duas mulheres para uma aventura no terreno. Depois que abusaram das duas, resolveram maltratá-las para alimentarem os seus instintos selvagens. As mulheres que não tinham mais o que perder, no dia seguinte prestaram queixa na delegacia. Depois de formulada a queixa, a fofoca correu na pequena cidade mais rápida do que fogo em isopor. Aqu…

CARIRI CANGAÇO LAVRAS DA MANGABEIRA - PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Imagem
Dia 18 de Maio - Sábado
15:00 h - Chegada da Cavalgada Lêla Ferrer sob o Comando do deputado Heitor Ferrer.

15:20h - Abertura Oficial - Câmara Municipal
- Gustavo Augusto Lima Bisneto
- Manoel Severo
- Heitor Ferrer
- Ângelo Osmiro
- Juarez Leitão
- Paulo Gastão

15:40h
- Apresentação de Video Documentário "Fideralina Augusto Lima" Produção da TV Assembléia, CE.

16:20h - Conferência "Entre Canetas e Bacamartes"
Por: Dimas Macedo
17:30h - Apresentações Artísticas
- Grupo Regional Xaxado
- Cordelista José Teles da Silva

19:00h - Galpão das Artes
- Reunião Extraordinária do Conselho Cariri Cangaço.
Dia 19 de Maio - Domingo

08:30 h - Recepção pelo prefeito Gustavo Augusto Bisneto no Pátio da Prefeitura.

09:00 h - Visita Técnica à Casa de Dona Fideralina no Centro de Lavras da Mangabeira.

09:30 h - Visita Técnica ao Sítio Tatu - Casa Grande do Clã Augusto (Dona Fideralina) Com Dr. Gustavo Augusto Lima Bisneto e Heitor Ferrer.

Exposição Cariri Cangaço  promovida pelo SEBRAE Estraído do blog…

Santuário de Nossa Senhora de Fátima, no Bairro de Fátima, em Fortaleza

Imagem
A procissão mais linda que já assisti em minha vida, era quando estava em Fortaleza no dia 13 de maio, a Procissão de Nossa Senhora de Fátima, no Bairro de Fátima, em Fortaleza.
O cortejo sai do Santuário de Fátima e percorre as principais ruas do bairro, transmitindo emoção aos que assistem.
   A minha prima Nenén Ferreira, mora na Barão de Aratanha, onde a procissão passa em frente a sua casa.
Nenén, como a maioria das moradoras daquele bairro,  organiza um altar em seu jardim e a família se reúne para assistirem com muita fé a passagem do cortejo.Que Nossa Senhora de Fátima interceda por todos(as) que estão enfermos(as).
Imagem
HOJE, 12 DE MAIO DE 2013, CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE JOSÉ BISPO CLEMENTINO DOS SANTOS ( JAMELÃO)

O SABIÁ E O GAVIÃO - PATATIVA DO ASSARÉ

Imagem
Eu nunca falei a toa
Sou um cabôco rocêro,
Que sempre das coisa boa
Eu  tive um certo tempero.
Não falo mal de ninguém,
Mas vejo que o mundo tem,
Gente que não sabe amá,
Não sabe fazê carinho,
Não qué bem a passarinho,
Não gosta dos animá.

Já eu sou bem deferente,
A coisa mió que eu acho
É num dia muito quente
Eu ia me sentá debaixo
De um copado juazêro,
prá escutá prazentêro
Os passarinho cantá,
Pois aquela poesia
Tem até a melodia
Dos anjo celestiá.

Não há frauta nem piston
Das banda ricas e granfina
Prá ser sonoroso e bom
Como o galo de campina,
Quando começa a cantá
Com sua voz naturá,
Onde a inocença se encerra,
Cantando na mesma hora
Que aparece a linda orora
Bejando o rosto da terra.

O sofreu e a patativa
Com o canaro e o campina
Tem canto que me cativa,
Tem musga que me domina,
E inda mais o sabiá,
Que tem premêro lugá.
É o chefe dos serestêro,
Passo nenhum lhe condena,
Ele é dos musgo da pena
O maió do mundo intêro.

Eu escuto aquilo tudo,
Com grande amô, com carinho,
Ma, as vez, fico sisudo,
Pruquê cronta os passari…

BOTANDO BONECO - GIOVANI COSTA

Imagem
Quando Tomaz Felipe tinha uns quatro anos, um dia o pai dele, Dakson Aquino chegou em casa e o encontrou chorando.
   Dakson se dirigiu  a ele perguntando: O que foi Tomaz?
   É que minha mãe me bateu, respondeu Tomaz.
    Mas porque foi que ela lhe bateu?
   Eu tava botano boneco, respondeu!


ATENÇÃO ATLETAS DE VÁRZEA ALEGRE, VEM AI UM GRANDE EVENTO - I CORRIDA DE RUA DE VÁRZEA ALEGRE- 20 DICAS EXTRAS PARA UMA BOA CORRIDA

Imagem
Para a edição de maio da SAÚDE!, escrevi uma matéria para quem pretende correr uma prova de 10 km. Entrevistei quatro feras no assunto: Paulo Zogaib, da Unifesp; Marcos Paulo Reis, do Pão de Açúcar; Ademir Paulino, da Companhia Athletica; e Fabiana Pereira, da 4any1. 
Duda Teixeira

1- Entre um treino e outro, ande de bicicleta. A pedalada fortalece as coxas e melhora a capacidade do joelho de amortecer o impacto da corrida. A bike, nesse caso, teria o mesmo efeito que o exercício com peso para as pernas indicado na matéria.

2- Muitos corredores recomendam que se coma banana todos os dias. A fruta possui potássio, o que teoricamente diminui o risco de cãibras. Mas nenhum dos meus entrevistados recomendou isso. Eles apenas indicaram uma dieta balanceada e com frutas (que pode ser qualquer uma).

3- Outra recomendação muito comum entre os corredores é correr para um rodízio de carnes assim que terminar uma prova. Isso, segundo dizem alguns, seria uma forma de repor as proteí…

POETAS RIMANDO AS MÃES - Por Mundim do Vale.

POETAS  RIMANDO  AS  MÃES.
Ceguinho anônimo:
Já tive muito prazer, Hoje só tenho agonia ! Não sinto porque sou cego, Eu sinto é falta de guia ! Quando mamãe era viva, Eu era um cego que via !
Manoel Chudu:
Minha mãe que me deu papa, Deu-me chupeta e consolo, Deu-me leite, deu-me bolo, Doce bolacha e garapa; Certo dia, deu-me um tapa, Mas depois, se arrependeu… Deu um beijo onde bateu, Esquecendo a ingratidão:
Quem perdeu mãe, tem razão De chorar porque perdeu !
Hélder França:
Uma mãe é tão divina, Que a própria rima ensina Que só existe uma mãe. Uma mãe rima não tem, Poia a mãe só rima bem Se a rima for mão com mãe.
Zé Catota:
Minha mãe é parecida Com uma pombinha branca, Já cansada da viagem, Em toda sombra descansa; Depois de oitenta anos, Mamãe parece ciança.
Estão vendo essa velhinha Toda envolvida num manto, Com os olhos rasos d'Água, Tomando banho em seu pranto? Cantava quando eu chorava,

Malandros X Trabalhadores

Imagem
Durante os 15 anos do Governo Vargas, o rádio tornou-se cada vez mais popular.Um gênero musical  especial se difundiu: o samba. Manisfestação da cultura popular, esse gênero musical foi alvo de atenções especiais , principalmente por parte do Departamento De Imprensa e Propaganda, visto  ao mesmo tempo como ameaça  e como instrumento possível para a construção da identidade nacional. no trecho do livro citado abaixo, o autor analisa essa questão a partir do conflito entre a imagem do malandro e a imagem do trabalhador.
   Há um bom ponto de partida para analisar a cultura brasileira no Estado Novo: um projeto de disciplinarização do brasileiro  através do samba  que, ensaiado no início dos anos 1930, ganhou um impulso decisivo a partir dos anos 1940, com a organização do Departamento de Imprensa e propaganda (DIP).
   Produzido entre as camadas mais populares, e e negras, da sociedade carioca, o samba foi visto, desde o seu nascimento, com muita desconfiança pelas elites e autoridades…

VERSOS LÁ DE NÓS - Por Mundim do Vale.

LEMBRANDO  SOUZA  SOBRINHO.
Um ano já se completa E a saudade me lembrou, Que o Sertão emprestou Para Deus um bom poeta. Souza cumpriu sua meta E o Sertão perdeu um filho, Mas o céu ganhou mais brilho Na cultura popular. Se um poeta gaguejar Souza coloca no trilho.
A coisa que ele queria Em versos foi registrado, Que era ser sepultado No lugar onde vivia. O que o poeta pedia Era com toda razão, Não coube contestação Ficou mesmo onde nasceu. Onde cresceu e viveu No seu querido Sertão.
Já deve ter encontrado Com seu amigo Bidim, Pedro Souza e Mestre TIm Para um forró animado. Se no céu for liberado Xote, xaxado e baião, Gafieira de salão Souza procura Bié, Pra mostrar a São José Como era bom o Sertão.
Se já achou Damião Já pode esticar o pano Que o boneco esse ano Vai ser para São João. O tocador é Brandão E o público é so de anjinho, Mas não vai ter o Joãzinho Que ele é muito imoral. E quem vai botar moral É o vate Souza Sobrinho.
Lá no céu tem alegria